Tags

, , ,

Menezes fez parte de um período marcante na história do Bangu e jogou ao lado de grandes estrelas; como Domingos da Guia, Rui Campos, Zizinho e Zózimo.

Enquanto permaneceu no alvirrubro de “Moça Bonita”, o atacante foi orientado por grandes treinadores; como Aymoré Moreira, Elba de Pádua Lima (Tim), Gentil Cardoso, Plácido Monsores e Ondino Viera.

Antônio Menezes nasceu na cidade de Miracema (RJ), em 13 de junho de 1925. Apareceu para o futebol no cenário amador, uma época em que também ajudava nas despesas da família trabalhando no comércio da região.

Em 1942 foi bem recomendado ao Bangu Atlético Clube, que naqueles tempos ainda mandava seus compromissos no antigo Estádio da Rua Ferrer.

Jogando principalmente como ponteiro-direito, Menezes conquistou uma maior visibilidade na temporada de 1944, o que representou o pronto acerto de seu primeiro compromisso profissional.

Menezes marcou 4 na goleada por 6×2 sobre o Vasco na tarde de 13 de julho de 1946. Crédito: reprodução revista O Globo Sportivo número 414.

Menezes foi aproveitado com maior regularidade no elenco principal em 1945, embora o alvirrubro da década de 1940 não tenha ocupado um lugar de maior destaque no futebol carioca.

Contudo, o Bangu daquele período ofereceu grandes apresentações, como na tarde do dia 13 de julho de 1946, quando aplicou uma elástica goleada sobre o Vasco da Gama por 6×2 em São Januário.

Escalado como meio-armador, Menezes brindou os torcedores presentes com um primeiro tempo impecável. Foram 4 gols em apenas 26 minutos de jogo!

Na segunda etapa, Moacir Bueno e Antero completaram o marcador para o Bangu; enquanto Lelé e Berascochea descontaram para o “Cruzmaltino”.

Com o retorno do veterano Domingos da Guia em 1949, o planejamento da temporada foi iniciado no mês de janeiro com uma excursão pelo Nordeste. Foram 9 jogos com 6 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota.

Mais um duelo acirrado entre Bangu e Vasco da Gama no Maracanã. Partindo da esquerda; Jorge, Menezes, o goleiro Barbosa, Décio Esteves e Eli do Amparo. Crédito: revista Esporte Ilustrado.

Estupenda linha de ataque do Bangu. Partindo da esquerda; Menezes, Zizinho, Joel, Moacir e Nívio. Crédito: revista O Globo Sportivo número 660.

Em 1950, o quadro de “Moça Bonita” largou muito bem! Campeão do Torneio Início, o time realizou grande campanha no certame carioca e terminou na terceira colocação.

Em 1951, Bangu e São Paulo formaram o famoso combinado que foi muito bem nos gramados da Europa. Com o comando de Leônidas da Silva, o combinado disputou ao todo 13 jogos; com 9 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

Ainda em 1951 – com Décio Esteves e Zizinho em grande fase – o entrosado Bangu faturou o Torneio Início do Rio-São Paulo e foi vice-campeão carioca. Abaixo, uma importante participação de Menezes na abertura do Rio-São Paulo de 1952:

2 de fevereiro de 1952 – Torneio Rio-São Paulo – Bangu 3×3 Flamengo – Estádio do Maracanã – Árbitro: Mr. Mead – Gols: Nívio aos 53′ e Menezes aos 76′ e 84‘ para o Bangu; Joel aos 13′ e Rubens aos 57′ e 75‘ para o Flamengo.

Bangu: Oswaldo Pisoni; Djalma e Salvador; Barbatana, Alaíne e Dico; Menezes, Vermelho (Décio Esteves), Zizinho, Moacir Bueno e Nívio. Técnico: Ondino Viera. Flamengo: Garcia; Biguá e Pavão; Bria, Dequinha e Jordan; Joel, Hermes (Aloísio), Adãozinho (Índio), Rubens e Esquerdinha. Técnico: Flávio Costa.

Ao lado de Zizinho, Menezes, foi artilheiro do campeonato carioca de 1952 com 19 gols marcados. Crédito: revista Esporte Ilustrado número 750 – 21 de agosto de 1952.

No Bangu, Menezes jogou com grandes estrelas; como Domingos da Guia, Rui Campos, Zizinho e Zózimo. Crédito: revista Esporte Ilustrado número 768 – 25 de dezembro de 1952.

E realmente 1952 foi um grande ano na trajetória de Menezes, que foi artilheiro do campeonato carioca ao lado de Zizinho com 19 gols marcados.

Devido ao aparecimento do jovem e promissor Calazans – irmão do famoso craque Zózimo – Menezes colaborou em outras posições, sempre com grande utilidade para o ataque alvirrubro!

Na temporada de 1954 Menezes foi pouco aproveitado pelo técnico Tim, que optou por outras formações ofensivas para ajustar seu esquema de jogo!

Menezes continuou nas fileiras do Bangu até o findar do primeiro semestre de 1955, quando decidiu deixar os gramados. Em seguida foi trabalhar no departamento comercial da Fábrica de Tecidos Bangu.

Conforme publicado pelo site “bangu.net”, o atacante disputou 333 partidas pelo Bangu com 47 vitórias, 54 empates, 132 derrotas e 138 gols marcados. Antônio Menezes faleceu na cidade do Rio de Janeiro (RJ), em 18 de julho de 1978.

Álbum de figurinhas Picando o Couro. Cromo de Menezes na página do Bangu. Crédito: albumefigurinhas.no.comunidades.net.

Benitez e Menezes antes do tão esperado confronto pelo campeonato carioca. O Flamengo venceu o sempre perigoso Bangu por 3×0. Crédito: revista Esporte Ilustrado número 766 – 11 de dezembro de 1952.

Créditos de imagens e informações para a criação do texto: revista Placar, revista Esporte Ilustrado (por Levy Kleiman e Luís Mendes), revista Manchete, revista O Cruzeiro, revista O Globo Sportivo, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, Jornal O Globo, acervo.oglobo.globo.com, bangu.net, cacellain.com.br, campeoesdofutebol.com.br, museudosesportes.blogspot.com.br, albumefigurinhas.no.comunidades.net.